Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Os quatro Evangelistas

Os quatro Santos Evangelistas:

1) São Mateus.
Inspirado pelo Espírito Santo.
Um dos apóstolos e testemunha de vários acontecimentos.
Ele era o apóstolo mais intelectual.

2) São Marcos.
Inspirado Pelo Espírito Santo.
Foi em sua casa que ocorreu a Última Ceia.
Era sobrinho de São Pedro.
Seus pais eram seguidores de Jesus.

3) São Lucas.
Inspirado pelo Espírito Santo.
Foi um médico convertido por São Paulo.
A tradição ensina que a própria Nossa Senhora lhe ditou o evangelho.

4) São João.
Inspirado pelo Espírito Santo.
Foi um dos apóstolos.
Também era chamado de discípulo amado.
Foi a ele quem Nosso Senhor disse na Cruz:
"mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo (João) : eis aí a tua mãe..."

4 comentários:

  1. Como você deve bem saber, os símbolos dos quatro evangelistas são o anjo (para São Mateus); o leão (para representar São Marcos); o boi (simbolizando São Lucas); e, finalmente, a águia (símbolo de São João). Estes quatro símbolos foram extraídos da visão da Glória de Deus tida pelo profeta Ezequiel (Cfr. Ezeq. I, 10).

    Os evangelistas são simbolizados nos quatro animais referidos. São Mateus é simbolizado pelo anjo com rosto de homem, porque seu Evangelho se preocupa em comprovar a natureza humana de Cristo, enquanto São João (a águia) se preocupa em comprovar a natureza divina de Cristo Jesus. São Marcos é representado pelo leão, porque ele começa seu Evangelho falando da pregação de São João Batista no deserto da Judéia. Ora, o leão vivia no deserto, e a pregação de João foi como um rugido de leão. Ele quer mostrar Cristo como soberano, como rei. E o leão é o rei dos animais, enquanto São Lucas tem em vista demonstrar o caráter sacerdotal de Cristo. Daí ter como símbolo o boi, animal sacrificado no Templo.

    Paz e bem, Jorge, e obrigada por mais este ensinamento.

    ResponderExcluir
  2. Mas não seria João aquele que recebeu o Evangelho ditado por Nossa Senhora? Afinal, ele a acolheu como Mãe, conforme Cristo lhe dissera ao pé da Cruz.

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga Gisélia, obrigado por ter trazido importante informação. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Caro "Anônimo", boa noite. Agradeço ter perguntado sobre o evangelho de São Lucas. Apesar de São João ter acolhido Nossa Senhora como Mãe, ele conviveu com Jesus Cristo, e por isso sabia tudo o que se passava com Nosso Senhor. Veja o que consta em: I João, 1, 3: "Aquilo que vimos e ouvimos, diz São João, é o que vos anunciamos, para que tenhais vós também união conosco, e que nossa união seja com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo."
    No entanto, São Lucas não conviveu com Nosso Senhor Jesus Cristo, então ele se fez uma profunda investigação em documentos e testemunhos dos apóstolos, e também nos ditos de Nossa Senhora.

    "Muitos empreenderam compor uma história dos acontecimentos que se realizaram entre nós, como no-los transmitiram aqueles que foram desde o princípio testemunhas oculares e que se tornaram ministros da palavra. Também a mim me pareceu bem, depois de haver diligentemente investigado tudo desde o princípio, escrevê-los para ti segundo a ordem, excelentíssimo Teófilo" (São Lucas, 1, 1:3)

    "Assim diferente de todos os outros evangelistas São Lucas descreve um Jesus que se preocupa com o cuidado e a salvação das mulheres. Talvez por isso, provavelmente Lucas teria aprendido muito a respeito de Jesus com a Virgem Maria. Somente ele e Mateus descrevem elementos obscuros ou escondidos da vida privada de Jesus, antes de Seu ministério público."
    (http://www.cademeusanto.com.br/sao_lucas.htm)

    Rezemos.

    ResponderExcluir