Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Traição castigada


Nada há pior que a traição. Traição foi o pecado de Judas. Vejamos a estória de hoje:

Certa garça que morava à beira de uma lagoa tornou-se muito preguiçosa e, como já não se sentisse com ânimo para perseguir os peixes, inventou um artifício para agarrá-los sem muito esforço.
Disse-lhes:

- Triste notícia, meus amigos! Uma enorme desgraça vai cair sobre vós. Os homens, segundo ouvi dizer, vão esvaziar esta rica lagoa para apanhar os peixes, frigi-los e comê-los. Eu sei que entre as montanhas há um lago imenso, de águas puras e cristalinas. Com muito gosto vos levaria para lá, mas sinto-me tão velha e fraca que dificilmente poderia fazer qualquer coisa em vosso auxílio.

Os peixes pediram, por favor, à garça, que os não abandonasse naquela triste dependura.

- Está bem - retorquiu a garça. - Trabalharei por vós. Como não posso, entretanto, levar a todos juntos, vou transportar-vos carregando um de cada vez.

Ficaram muito contentes os peixes, e todos eles empenharam-se em partir levados pela ave salvadora.

- Leva-me a mim! Leva-me a mim! - gritavam.

E a garça começou a pôr em execução o seu plano. Apanhou um peixe com o bico, levou-o para o campo vizinho e comeu-o. A mesma coisa fez, a seguir, com muitos outros que a ela se entregaram confiantes.

Mas na dita lagoa morava, também, um velho caranguejo astucioso e desconfiado. Este não acreditou nas boas intenções da pernalta e resolveu apurar a verdade.

- Tenho receio de morrer aqui, minha garçazinha! - lamentou com voz triste. - Queres carregar-me, também, para o grande lago das montanhas?

A garça apanhou o caranguejo e levou-o. Ao chegar ao campo desceu; e ia preparar-se para devorar o ladino crustáceo, quando este, ao ver as espiabas secas dos peixes que o haviam precedido, apertou entre as unhas fortíssimas o pescoço da garça e a estrangulou. Voltou depois para a lagoa e contou o caso aos peixes que aguardavam ainda a pérfida traidora.

Aquele que procura agir com maldade e má-fé, cedo ou tarde receberá o justo castigo de suas indignidades.

(“Lendas do Céu e da Terra” – Malba Tahan)

7 comentários:

  1. Gosto demais da maneira que você coloca os assuntos.

    Nada fica oculto, muito menos traição, que pra mim é a pior das atitudes do ser humano. E tudo se resume na frase final:
    Aquele que procura agir com maldade e ma fé, cedo ou tarde receberá o justo castigo de suas indignidades. Isso é verdadeiro.

    A paz,

    ResponderExcluir
  2. Boa noite! Bela história e todos nós precisamos de um carnguejo desses por perto...kkkk
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Que fofinha! Só me fez lembrar de meu alunos. Quantos textos assim! Saudades... Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  4. A garça parece nossos políticos: inventando problemas para nos proporem soluções ainda piores.
    Adoro Malba Tahan! Gosto muito de contos e fábulas. Ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
  5. Quantas graças espertas por este mundo... O mal que fazemos ao outro retorna pra nós mesmos. A vida é a grande escola. Triste é o aluno que não aprende esta sábia lição.

    Obrigado pelo texto significativo e repleto de ensinamentos.

    ResponderExcluir
  6. É apenas uma lenda, mas que nos mostra uma verdade. Existe traições perversas neste mundo.E muitas vezes somos referéns delas. Só o amor de Cristo para nos salvar dessas maldades, e nos ensinar a perdoar quando sentimos nos traídos. Gostei muito da histórinha.Abraços Regina.

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de ler histórias lindas
    Os caranguejos são muito necessários.
    Gosto muito da palavra reconhecimento.
    Obrigada
    Grande abraço
    Utilia

    ResponderExcluir