Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

domingo, 13 de março de 2011

Verônica e as perseguições que se farão aos Católicos


Uma das Santas mulheres que estavam em Jerusalém foi Santa Verônica. No caminho do Calvário enxugou com seu véu o rosto de Nosso Senhor que carregava a cruz. Nesse pano branco ficou estampada a Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo milagrosamente.

Verônica levou o véu para fora da Terra Santa e teria usado para curar o Imperador Tibérius (14-37) de uma doença. O véu foi subseqüentemente visto em Roma no século oitavo e foi transferido para a Basílica de São Pedro em 1297 pelo Papa Bonifácio VIII (1294-1303). É uma das mais amadas relíquias da Igreja.

No caminho do Calvário houve o encontro com as filhas de Jerusalém, relatado por São Lucas, Cap. 23, v. 27:31:

Seguia-o uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e o lamentavam. Voltando-se para elas, Jesus disse: Filhas de Jerusalém, não choreis sobre mim, mas chorai sobre vós mesmas e sobre vossos filhos. Porque virão dias em que se dirá: Felizes as estéreis, os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram! Então dirão aos montes: Caí sobre nós! E aos outeiros: Cobri-nos! Porque, se eles fazem isto ao lenho verde, que acontecerá ao seco?

4 comentários:

  1. "Vera ícona", ou seja, verdadeira imagem. Este é o significado do nome daquela que se compadeceu de Jesus e Lhe enxugou o rosto. Que poderia oferecer Ele, naquele momento, em retribuição por tão distinta atitude? A Sua verdadeira Face! Jesus quis deixar-nos esta preciosa mensagem: sempre que, de alguma forma, eu Lhe enxugar a Face, sua fisionomia se estampará em minha alma, serei outro Cristo. Sim, "christianus alter Christus", o cristão é um outro Cristo.
    Se, na vida de todos os dias, me empenhar em auxiliar o próximo a trilhar as vias do Evangelho, a buscar a Salvação, a face de Cristo se fixará em meu espírito, e eu me tornarei semelhante a Ele.(VI Estação-Via Sacra).

    ResponderExcluir
  2. Quando criança, eu tinha uma prima que ficara cega em tenra idade, ficando dedicadíssima à Igreja e uns dos papeis dela era fazer memória de Verônica. Ela tinha um timbre forte de voz e na procissão ela cantava desenrolando o lenço com a pintura da Sagrada Face. Nunca mais vi esse ato, aliás bendigo aos padres que fazem memória de uma verdadeira Semana Santa. Tenho em minha memória todos os fatos de como se vivia um tempo quaresmal verdadeiro. Em casa, passámos um cortado com minha bisavó italiana, nessa época. Coitada de nós se ela nos pegasse rindo na Sexta- Feira Santa. Apanhávamos certamente!!!Seu post me agradou muitíssimo! Troxe-me fortes saudades! Meu abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gisélia, minha amiga, obrigado pela contribuição de grande importancia. Eu não sabia desse fato.

    ResponderExcluir
  4. Alfa e Omega, minha amiga, eu tambem tenho saudades dessas procissões bonitas. Quando eu era menino havia uma senhora que de quando em quando subia numa cadeira e desenrolava o pano cantando uma música triste e muito bonita.

    ResponderExcluir