Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

sábado, 7 de abril de 2012

A ignorancia religiosa da sociedade

Não é comum eu trazer noticias para meu blog, já que ele é voltado para o apostolado através de historias, mas como consta na explicação acima na abertura do Blog, “Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.”

Dada a importância da matéria e a gravidade da situação, achei útil publicar esse noticiário. Começo fazendo um pedido a todas as pessoas: Existem muitos bons catecismos à venda. Estudar catecismo não é só para os jovens que estão fazendo a primeira comunhão. Leiam o catecismo, leiam o Evangelho, estudem a doutrina católica. Procurem na internet que os blogs e sites disponibilizam livros da doutrina católica muito bons. Recentemente o blog “a grande guerra” (http://a-grande-guerra.blogspot.com.br/) lançou um livro muito importante sobre a modéstia cristã, e assim encontramos outros excelentes livros. Leiam, estudem, procurem conhecer melhor a doutrina católica. Vejamos a notícia:

Papa denuncia situação “dramática” da Igreja

O papa Bento 16 declarou nesta quinta-feira que a situação atual da Igreja Católica é muitas vezes "dramática", reiterou o "não" ao sacerdócio feminino e denunciou a "desobediência organizada" defendida por um grupo de padres europeus e o "analfabetismo religioso" da sociedade. Perante mais de dez mil pessoas, 1.600 delas religiosos, o pontífice oficiou na basílica de São Pedro, no Vaticano, a Missa Crismal, que abre o Tríduo Pascal (o conjunto de três celebrações do Cristianismo na Semana Santa).

[...]

Bento 16 disse ainda que o sacerdócio exige renúncias, servir ao próximo e ser fiel a Cristo. O papa também denunciou o recente documento publicado por um grupo de sacerdotes europeus que "apela à desobediência". O papa se referia aos 300 párocos austríacos que organizaram, pela internet, a iniciativa "Um chamado à desobediência", por meio da qual exigem reformas como o sacerdócio feminino e o de homens casados.

O pontífice, de quase 85 anos, declarou que esses padres invocam a desobediência na esperança de renovar a Igreja. "Mas a desobediência é um caminho para renovar a Igreja?", indagou o papa na missa. Bento 16 aproveitou para destacar que Cristo se preocupava com a verdadeira obediência, frente ao arbítrio do homem.

Bento 16 também recomendou aos sacerdotes mais estudo, ressaltando que existe "um analfabetismo religioso que se divulga na sociedade". "Os elementos fundamentais da fé, que antes qualquer criança sabia, são cada vez menos conhecidos", denunciou o papa. (negrito nosso)

Durante a missa, os sacerdotes renovaram as promessas de pobreza, castidade e obediência, e Bento 16 abençoou o óleo dos catecúmenos, o dos doentes e o crisma (óleo e bálsamos misturados), que lhe foram apresentados em três grandes jarras de prata.Os óleos bentos na Quinta-Feira Santa pelos bispos serão utilizados para ungir os que são batizados e os que são confirmados para a ordenação sacerdotal. Esse rito é celebrado em todas as catedrais do mundo.

Na tarde desta Quinta-Feira Santa o papa seguirá para a Basílica de São João de Latrão, a catedral de Roma, para celebrar a missa da Última Ceia, na qual tradicionalmente lava os pés de doze presbíteros.

http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2012/04/05/bento-xvi-denuncia-situacao-dramatica-da-igreja-e-critica-desobediencia.jhtm

COMENTÁRIO DO BLOG: Uma coisa me chamou muito a atenção: O analfabetismo religioso que aumenta cada vez mais na sociedade. E isso não parece acontecer de forma natural, ou seja, quando uma pessoa de afasta da religião, acaba se esquecendo de muitas verdades naturalmente. Mas o que realmente ocorre é que até as pessoas que freqüentam assiduamente a Igreja são vítimas desse “analfabetismo religioso” o que nos leva a pensar que esse “analfabetismo” é provocado propositalmente por certos agentes. Ao que parece esses agentes que são inimigos da igreja, que querem destruir a Santa Igreja, se infiltraram nela para cumprir sua missão diabólica de “perder” os fiéis. Por várias vezes, quando fui chamado a fazer uma palestra, muitos ficaram admirados e me aplaudiram simplesmente por eu ter dado uma pequena aula de catecismo. O povo tem sêde de Deus, mas ao invés de darem a “água viva” aos que tem sede, fazem como no calvário: dão vinagre. Já vi muitos católicos cantarem bem, sabem todas as músicas “de cor”, mas não sabem o que é o sacramento da confissão – sem a qual jamais chegarão ao céu para adorarem a Deus. Realmente a situação dos católicos é dramática. Nosso Senhor Jesus Cristo derramou seu sangue pelos homens e os homens continuam não enxergando a verdade, e vivendo cegamente um sonho e não a realidade da vida, continuam olhando para o alto “sorrindo”. Que Deus tenha misericórdia de todos nós no dia do Seu julgamento.

11 comentários:

  1. Caríssimo Jorge, isso que você diz de as pessoas terem sede de Deus é verdade! No entanto, há alguns lugares que são como Sodoma e Gomorra. São cidades hostis a Deus, onde as pessoas não querem saber de Deus. Digo isso não para fazer uma relação direta com os pecados contra a natureza, mas, por serem lugares onde as pessoas não querem saber de Deus. É assim que eu me sinto em minha cidade. Já lhe falei como as pessoas me desprezam por eu ser religioso, por eu ter querido ser padre ou monge. As pessoas me desprezam por isso. Tenho sofrido muito por isso. Por motivos, um tanto óbvios, não posso dizer o meu nome aqui. No entanto, gostaria de pedir as orações dos prezados leitores deste blog, para que Deus tenha misericórdia de mim e me ajude a sair de minha cidade. As minhas dificuldades são de ordem financeira e outras também. Por favor, rezem por mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida é composta de alegrias e sofrimentos. Porém nesses nossos dias estamos vivendo a noite da história. Rezemos.

      Excluir
  2. Há tempos, que se constata essa falência, esse despropósito dos católicos. Não detenho uma cultura primorosa, mas a que tenho me satisfaz, perto da verdadeira ignorância do povo católico. Busco muito aprender, mas nosso santo padre, o Papa Bento XVI está apreensivo e com razão! Adorei o post! Denso e com muita informação. Os inimigos da Igreja nunca desistirão em derrubá-la.É necessário que rezemos muito e sempre! Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa falência vem de anos... é verdade. Obrigado pelo desejo de boa Pascoa. Desejo o mesmo para voce e sua familia.

      Excluir
  3. Querido irmão em Cristo! Novamente brilhante o post! Gostaria de publicá-lo também no meu blog, com a sua autorização e citando a fonte, ja que se trata de um tema polemico com certeza e uma realidade cada vez mais comum! As pessoas se contentam em serem catolicos mornos e não procuram conhecer as verdades da fé e o porque das coisas, por isso criei o meu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha amiga Taiana, obrigado pelo comentário. Nem precisa pedir, pode sempre utilizar qualquer publicação minha. Conheço muitas pessoas "mornas" como voce menciona. O seu Blog é muito bom. Sempre o visito.

      Excluir
  4. Sobre o sacerdocio feminino: http://temaspolemicosigreja.blogspot.pt/2011/01/por-que-as-mulheres-nao-podem-ser.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lí. Gostei muito. Recomendo a leitura a todos que visitarem esses comentários. Vale a pena, muito bem escrito.

      Excluir
  5. Com o devido respeito, gostaria de discordar da Sr. Taiana Froes.
    Não se trata simplesmente de contentar-se em ser um católico morno. O problema é bem mais grave! Aliada à ignorância religiosa tão clara e grandiosa da pessoas em geral, há também em muitos casos um grande desprezo por Deus, que corresponde a um gostar de ser mau, a despeito do Coração de Deus, é um gostar de pecar e não se importar em ofender a Deus e praticar o mal, tudo isso debaixo do manto ou da fantasia de católico.
    Ou seja, a pessoa é católica apenas de batismo ou crisma, não vai à missa de domingo, não confessa e ainda é capaz dos atos mais perversos e cruéis; quando, não pior, que é o caso, de quem mesmo conhecendo todos os mandamentos de Deus e leis da Igreja, praticas as piores maldades debaixo do manto da hipocrisia, debaixo do manto de uma falsa santidade, como os fariseus, a quem Jesus chamou de sepulcros caiados, bonitos por fora e cheios de podridão por dentro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é grave realmente. Mas ambos os comentários não se contrariam, e sim se completam.

      Excluir
  6. Quando usei a expressão "Coração de Deus", obviamente não estou me referindo ao Pai Eterno, mas ao seu Filho Unigênito, Nosso Senhor Jesus Cristo, que, se encarando, se tornou dono de um coração de carne, que tanto amou os homens e deles só recebe ingratidões e sacrilégios, conforme Suas palavras à Santa Margarida Maria Alacoque em Parey-le-Monial.

    ResponderExcluir