Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

domingo, 12 de junho de 2011

As fontes da terra

Durante uma seca terrível que assolou as Novas Hébridas, um religioso, homem de ciência, foi alvo do desprezo dos naturais pelo fato de cavar poços para achar água. Diziam que a água sempre vinha de cima e não debaixo, pela terra. O geólogo, porém, revelou-lhes uma verdade mas ampla que nunca lhes tinha ocorrido e mostrou-lhes como os céus podiam dar-lhes água do seio da própria terra.

Assim, os homens esperam insistentemente que Deus lhes mande bênçãos por meios anormais, enquanto Ele lhes dá suprimento abundante de que gozariam se procurassem nos lugares férteis dos próprios espíritos, onde, como disse Jesus, as fontes de águas vivas querem nascer.

Encontram-se, às vezes, árvores verdes e frutíferas, em terras secas, onde não há quase chuvas.

Após exame cuidadoso, se tem observado que tais árvores permanecem frescas, frutíferas e verdes, por que suas raízes são banhadas pelas correntes d’água escondidas no seio da terra.

Podemos ficar surpresos quando encontramos homens de oração, repletos de paz, radiantes de alegria, tendo vidas nobres e eficientes, no meio da miséria deste mundo. É porque, pela oração, as raízes de sua fé chegam a Fonte da Água Viva e retiram dela energia e vida e produzem frutos para a vida eterna.

Autor D. (Lendas do Céu e da Terra)

3 comentários:

  1. Onde você encontra essas histórias? São incríveis, aprendo muito com elas.
    Parabéns.

    Lissah

    ResponderExcluir
  2. Boa noite minha grande amiga Lissah. Agradeço seu amavel comentário. Como eu disse na abertura do Blog, algumas dessas histórias eu as ouvia de meus Mestres, Avós e Pais, e eu achava uma riqueza que quando podia eu anotava tudo num caderninho que depois ficou sendo conhecido como "Livro de Reuniões de Ouro". Outras eu recebo por e-mail e outras eu consulto meus livros que guardo desde muitos anos. Ao final de cada postagem tem a fonte de onde foi extraída. Quero dizer que eu também aprendo muito com voce e com seu Blog "Cantinho da Lissah" que recomendo a leitura a todos que conheço, pois é muito bom. Mais do que tudo, agradeço sua amizade.

    ResponderExcluir
  3. Sempre muito gentil e superior, o meu grande amigo que posta histórias lindas e dignificantes. O final dessa história ficará comigo em meditação! Obrigada! Fique com Deus!

    ResponderExcluir