Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O grande milagre


Ao lado da Itália, atravessando o Mar Adriático, encontramos a cidade de Shkodra, uma das cidades mais antigas e históricas da Albânia. Nessa cidade havia um movimento grande de peregrinos. Todos iam visitar a sagrada e milagrosa pintura de Nossa Senhora que se achava numa parede.

Esse ícone que estava lá por séculos, mantinha milagrosamente as cores vivas. Fonte de muitos milagres, a lindíssima imagem de Nossa Senhora que lá estava, tinha 42,5 centímetros de altura por 31 centímetros de largura e havia sido pintada na parede, numa fina camada de reboco. Ignora-se quando e por quem foi pintada.

Com as guerras havidas na época, a cidade foi cercada pelos inimigos. Então dois albaneses, Gjorgji e De Sclavis, devotíssimos de Nossa Senhora, se colocaram aos pés da Virgem do ícone milagroso e rezaram pedindo um conselho: se deveriam ficar, lutar e morrer como heróis da fé, ou se deveriam partir em segurança.
Inesperadamente ocorreu o grande milagre: a imagem se desprendeu e flutuou no ar sendo sustentado por anjos. E dessa forma foi em direção ao Mar Adriático. Gjorgji e De Sclavis, extasiados, entenderam que era para seguir Nossa Senhora e esse era o Conselho que Ela lhes dava, e assim o fizeram.

Chegando em Roma os anjos e o ícone desapareceram entre as nuvens.

Depois de algum tempo, houve rumores sobre uma imagem de Nossa Senhora que havia aparecido milagrosamente na cidade de Genazzano, próximo de Roma. Imediatamente Gjorgji e De Sclavis correram para essa cidade e lá identificaram a Santa e Milagrosa Pintura de Nossa Senhora. Depois disso, os dois homens fixaram moradia em Genazzano. É fácil de imaginar a alegria de todos ao verem tão estupendo milagre.



BEATA PETRUCCIA DE NOCERA

Antes de ocorrer o tão grande milagre, o Papa Sisto III havia solicitado ajuda para reformas na Basílica de Santa Maria Maggiore. Como o povo de Genazzano havia contribuído generosamente, foi lhe dado em troca um terreno, onde foi erguida uma igreja sob a invocação de Nossa Senhora do Bom Conselho. Com o passar do tempo a igreja, sem cuidados, foi caindo em ruínas. Petruccia de Nocera, com mais de oitenta anos, viúva e da ordem terciária de Santo Agostinho, por uma inspiração divina, sentiu-se movida a reparar o templo com seus próprios mas reduzidos recursos. Sem encontrar ajuda, ela gastou o que possuía sem conseguir terminar as obras.

Na festa de São Marcos, em 25 de abril de 1467, a população se reuniu para festejar. Por volta das 16h o povo ouviu uma bela música, e procurou de onde vinha. Então viram uma nuvem, em meio ao céu claro, descer do céu e cobrir uma das paredes inacabadas da igreja, lá permanecendo por algum tempo. Quando a nuvem se dissipou, a população atônita viu sobre a parede uma pintura da Virgem com o Menino onde nada existia antes, e então os sinos começaram a tocar sozinhos, atraindo as pessoas de longe para ver o que estava acontecendo. A própria Petrucia, que estava longe, veio depressa, e ao ver a imagem caiu em prantos. Era a imagem que os anjos trouxeram da Albânia.

Depois da notícia se espalhar por toda a Itália, peregrinos começaram a chegar de todos os lugares, havendo muitos milagres diante da pintura. Foi tão grande o número de prodígios que foi indicado um notário para registrar os mais notáveis, e este registro ainda existe, listando 171 milagres. Ficou sendo conhecida como Nossa Senhora do Bom Conselho.

Além de suas propriedades miraculosas, a imagem por si mesma é extraordinária, pois ela desde o século XV permanece como que suspensa no ar, sem moldura ou fixação, afastada da parede cerca de três centímetros, apenas parcialmente tocando uma base em sua borda inferior. Relatos diversos afirmam ainda que a fisionomia da Virgem muda de acordo com certas circunstâncias.

O povo da Albânia não esqueceu da imagem desaparecida, e ainda a festeja duas vezes no ano, rezando para que ela volte para sua antiga casa.

O papa Pio XII colocou seu papado sob a proteção da Virgem do Bom Conselho.

NOSSA SENHORA DO BOM CONSELHO, ROGAI POR NÓS.

2 comentários:

  1. Agradecendo as vossas Santas e Caridosas palavras pedimos a Jesus e Maria que vos paguem por todo o acolhimento.

    A 1 de Outubro,é dia de Santa Teresinha do Menino Jesus, O.C.D.

    -Doutora da Igreja;

    -Nascimento 2 de Janeiro de 1873 em Alençon, Baixa-Normandia
    França;

    -Falecimento 30 de Setembro de 1897 em Lisieux, Baixa-Normandia
    França;

    -Veneração por Igreja Católica
    Canonização 17 de Maio de 1925, Roma por: Papa Pio XI;

    -Festa litúrgica 1 de outubro
    Atribuições Rosas, História de Uma Alma
    Padroeira Missionários católicos, Rússia

    Assim, preparemos a nossa Alma para sermos merecedores de uma " Chuva de Graças ".

    ResponderExcluir
  2. Agradecendo as vossas Santas e Caridosas palavras pedimos a Jesus e Maria que vos paguem por todo o acolhimento.

    A 1 de Outubro,é dia de Santa Teresinha do Menino Jesus, O.C.D.

    -Doutora da Igreja;

    -Nascimento 2 de Janeiro de 1873 em Alençon, Baixa-Normandia
    França;

    -Falecimento 30 de Setembro de 1897 em Lisieux, Baixa-Normandia
    França;

    -Veneração por Igreja Católica
    Canonização 17 de Maio de 1925, Roma por: Papa Pio XI;

    -Festa litúrgica 1 de outubro
    Atribuições Rosas, História de Uma Alma
    Padroeira Missionários católicos, Rússia

    Assim, preparemos a nossa Alma para sermos merecedores de uma " Chuva de Graças ".

    ResponderExcluir