Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Uma Aldeia e um Povo Desavisado

Acabou de ser postado no Blog “O Combate” de um amigo meu, um conto de extrema importância para que se entenda como pessoas podem tramar a derrubada de um povo, em especial os cristãos, já tão perseguidos. É evidente que a narrativa muito resumida e simples (própria para a leitura rápida de um blog) tratou da matéria através de um conto singelo. Mas para bons entendedores, “meia palavra” basta. A história registra milhares de fatos com perseguições terríveis, antigas e atuais, como o desaparecimento de dois padres na China depois de serem detidos.

Leiam a postagem “Como se Destrói um Povo” no Blog “O Combate”
http://ograndecombate.blogspot.com/

Ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo:

E dizia: "Quem tiver ouvidos para ouvir, ouça. Quando se encontrou só, os doze, que estavam com ele, interrogaram-no sobre a parábola. Disse-lhes: A vós é concedido conhecer o mistério do reino de Deus; porém aos que são de fora, tudo se lhes propõe em parábolas, para que, olhando, olhem e não vejam; ouvindo, ouçam e não entendam, de sorte que não se convertam e lhes sejam perdoados os pecados”
(Bíblia Sagrada – Edições Paulinas. Evangelho de São Marcos, capítulo 4, versículos 9-12)

Termino com um conselho do Beato Papa Pio IX:

"Nada há de pior do que ser revolucionário. O revolucionário deseja primeiro a liberdade, e, quando chega a obtê-la, serve-se dela para atingir o poder. Logo, que se apossou do poderio e se acha instalado solidamente, não tem mais contemplações e se os outros reclamam a liberdade para si, o libertador transforma-se num tirano, condenando já a liberdade. Então a liberdade degenerou em tirania a desregramento, recaindo com todo o seu peso sobre as províncias e as cidades."
Sua Santidade o Papa Pio IX.
(Pio IX, sua vida, sua história e seu século – de Villefranche – versão portuguesa prefaciada por Camilo Castelo Branco com introdução de Plínio Salgado - coleção Homens e Idéias – volume 1)

3 comentários:

  1. Meu grande amigo, obrigado pela referencia a postagem do meu blog.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Jorge:
    Que bela dica. Vou visitar o blog do Anjo da Guarda. Será para nós uma alegria. Que tenha um bom dia, uma boa semana ;)

    ResponderExcluir
  3. Já visitei o blog O Combate e achei super bom!!! Parabéns a quem o fez!!

    ResponderExcluir