Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

sábado, 25 de novembro de 2017

A obra da providência

Um viajante perdido no meio de um deserto estava já quase a morrer de fome e sede quando avistou uma palmeira, á sombra da qual havia uma fonte de água pura e fresca. Junto da palmeira encontrou, também, um pequenino saco de couro.

- Seja Deus louvado! – exclamou o viajante, apoderando-se do seu achado.

- Isto talvez sejam ervilhas, que me impedirão de morrer de fome.

E, assim pensando, abriu sofregamente o saquinho, mas, ao observar-lhe o conteúdo, exclamou desapontado:

- Ah, meu Deus!, são pérolas!

Que triste ironia da sorte! O infeliz sucumbia à fome, não obstante haver achado uma coleção de pérolas que valiam invejável pecúnia!

Sem se deixar, todavia, vencer pelo desespero, o viajante começou a orar com fervor; eis que, de repente, aparece, montando fogoso alazão, um árabe que para ali se dirige nervoso e apressado: era o dono das pérolas.

Contentíssimo por ter encontrado a sua valiosa bolsa, compadeceu-se do viajante e deu-lhe pão e fê-lo montar à garupa e levou-o ao termo da sua viagem, sem que o viajante corresse o risco de se perder pela segunda vez.

- Reparai – disse o árabe – como são admiráveis os meios de que se serve a Providência. Lamentei, como uma grande desgraça, a perda das minhas pérolas. Nada de mais feliz, entretanto, poderia acontecer. Deus assim o quis, para que, sendo eu obrigado a voltar, chegasse a tempo de vos trazer o indispensável socorro.

Por meios, na aparência, bem singelos
Livrai-nos Deus, às vezes, de flagelos.
                          
Fonte: Lendas do Céu e da Terra – autor (D.)

4 comentários:

  1. Que linda história! Eliselma SP

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Me diga o porquê de seu silêncio! Estou preocupada, pois gostaria de continuar sua amiga! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre será minha amiga. Mesmo no silencio, jamais esqueci de rezar por todos. Estive adoentado tambem, mas me recuperei.

      Excluir
  3. A providência Divina age na hora certa!Amém!

    ResponderExcluir