Mas porque Almas Castelos? Eu conheci algumas. São pessoas cujas almas se parecem com um castelo. São fortes e combativas, contendo no seu interior inúmeras salas, cada qual com sua particularidade e sua maravilha. Conversar, ouvir uma história... é como passear pelas salas de sua alma, de seu castelo. Cada sala uma história, cada conversa uma sala. São pessoas de fé flamejante que, por sua palavra, levam ao próximo: fé, esperança e caridade. São verdadeiras fortalezas como os muros de um Castelo contra a crise moral e as tendências desordenadas do mundo moderno. Quando encontramos essas pessoas, percebemos que conhecer sua alma, seu interior, é o mesmo que visitar um castelo com suas inúmeras salas. São pessoas que voam para a região mais alta do pensamento e se elevam como uma águia, admirando os horizontes e o sol... Vivem na grandeza das montanhas rochosas onde os ventos são para os heróis... Eu conheci algumas dessas águias do pensamento. Foram meus professores e mestres, meus avós e sobretudo meus Pais que enriqueceram minha juventude e me deram a devida formação Católica Apostolica Romana através das mais belas histórias.

A arte de contar histórias está sumindo, infelizmente.

O contador de histórias sempre ocupou um lugar muito importante em outras épocas.

As famílias não têm mais a união de outrora, as conversas entre amigos se tornaram banais. Contar histórias: Une as famílias, anima uma conversa, torna a aula agradável, reata as conversas entre pais e filhos, dá sabedoria aos adultos, torna um jantar interessante, aguça a inteligência, ilustra conferências... Pense nisso.

Há sempre uma história para qualquer ocasião.

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc. 16:15)

Nosso Senhor Jesus Cristo ensinava por parábolas. Peço a Nossa Senhora que recompense ao cêntuplo, todas as pessoas que visitarem este Blog e de alguma forma me ajudarem a divulga-lo. Convido você a ser um seguidor. Autorizo a copiar todas as matérias publicadas neste blog, mas peço a gentileza de mencionarem a fonte de onde originalmente foi extraída. Além de contos, estórias, histórias e poesias, o blog poderá trazer notícias e outras matérias para debates.
Agradeço todos os Sêlos, Prêmios e Reconhecimentos que o Blog Almas Castelos recebeu. Todos eles dou para Nossa Senhora, sem a qual o Almas Castelos não existiria. Por uma questão de estética os mesmos foram colocados na barra lateral direita do Blog. Obrigado. Que a Santa Mãe de Deus abençoe a todos.

domingo, 26 de janeiro de 2014

O lar de Deus

Pergunta, meu amigo, àquele homem qual é o lugar mais agradável do mundo. Decerto responderá:

- O meu lar. É ali que me sinto realmente feliz.

Pois bem, meu amigo, o lar de Deus é sua Igreja. Lá, vou encontrá-Lo. Sinto-me bem ao Seu lado. Comunico-me com Ele.

Davi disse: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor”.

Deus chamou à Igreja, o lar de Deus, onde recebo força para brilhar entre os homens, porque Jesus ordenou: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens. Para que vejam as vossas obras, e glorifiquem vosso Pai que estás nos céus”.

Na Igreja, falo com Deus pela voz da prece e Ele fala comigo pela Sua palavra. Aprendo lá como viver, como louvar o Seu nome e como trabalhar – cooperando com Ele.

Escreveu Jackson de Figueiredo:

“Só vejo no mundo um ideal à altura de uma verdadeira consciência: servir à Igreja, defendê-la, espalhar cada vez mais o seu espírito, aponta-la como único refúgio da bondade e do amor, como única força, como amparo, único realmente seguro, à inteligência e à sensibilidade”.

Nunca te arrependerás:
De teres refreado a língua, quando pretendias dizer o que não convinha ou o que não era verdade.
De teres formando o melhor conceito sobre o proceder de outrem.
De teres perdoado aos que te fizeram mal.
De teres contribuído para o sustento da tua Igreja e obras de beneficência.
De teres cumprido pontualmente tuas promessas bem pensadas.
De teres suportado com paciência as faltas alheias.
De teres simpatizado com os oprimidos.
De teres pedido perdão por falta cometida.
De teres recusado ouvir anedotas inconvenientes e ler escritos da mesma natureza.
De teres escolhido, com prazer, pensamentos, discursos e leituras edificantes.
De teres pensado antes de falar.
De teres honrado a teus pais e superiores.
De teres sido cortes e honesto em tudo e com todos.

(C.C.M.S.) – Lendas do Céu e da Terra.

2 comentários:

  1. Prezado Jorge.
    Salve Maria.

    Já reparou como as pessoas que não seguem Deus e a sua única Igreja desprezam, e odeiam talvez, aqueles que seguem a Ele e a sua Igreja? Tais mundanos chegam até mesmo a desprezar os protestantes, por acharem que eles também são cristãos. Sinceramente eu não tenho paciência e consideração com esses mundanos que nos desprezam. Escrevi isso porque me lembrei disso tudo ao ler no texto o seguinte: "De teres perdoado aos que te fizeram mal." Reze por mim, pois preciso e muito. Salve Maria.

    ResponderExcluir
  2. Amo acasa de Deus! Sinto-me bem, imensamente bem, aliás acabei de chegar dela! Bonito post! Abração!

    ResponderExcluir